Produção de conteúdo para SEO: saiba por onde começar

25 outubro 2017 / By Fábio Cherubini
homem com camiseta preta digita em macbook ao ar livre com xícara de café branca sobre mesa de madeira. A produção de conteúdo para seo contribui para o ranquemaneto dos sites e para tornar a sua marca conhecida.

Homem digita em notebook ao ar livre. A produção de conteúdo para SEO é uma das estratégias mais importantes para aumentar os acessos do seu site.

Estar entre os primeiros sites na pesquisa do Google é o desejo de qualquer empresa. Mas, para ocupar este espaço, é preciso criar estratégias e ter um planejamento para otimizar a sua página na internet. E, para esta tarefa, a produção de conteúdo para SEO é uma peça fundamental.

Em uma das alterações mais profundas feitas em seu algoritmo de buscas, o Google passou a priorizar os termos presentes nas páginas — as chamadas palavras-chave — e a relevância das informações contidas nos sites para indicar quais oferecem a melhor experiência ao usuário.

Com isso, o público se tornou o centro das atenções. E os endereços que passaram a dar as respostas que as pessoas procuram ganharam destaque e acessos nas pesquisas orgânicas. Tudo de forma gratuita, por meio do SEO.

Mas, mesmo sendo uma expressão comum no marketing digital, nem todos entendem o que é o SEO. E, para muitos, implementá-lo em sites, blogs e e-commerce continua sendo um mistério, assim como usar o conteúdo como estratégia para obter relevância nas ferramentas de busca.

Se este é o seu caso, confira a seguir tudo para começar a sua estratégia de marketing digital com ênfase no conteúdo e obter os melhores resultados.

O que é SEO?

Antes de darmos continuidade ao assunto, porém, é preciso desvendar o que é o SEO.

Pedras brancas com letras pretas forma a sigla SEO sobre uma mesa de madeira. Produção de conteúdo para SEO é uma das ferramentas usadas para atrair visitantes e gerar leads e vendas

SEO: otimização de conteúdos e sites vai além do uso de palavras-chave.

Em uma tradução literal, a sigla em inglês significa otimização dos motores de busca (Search Engine Optimization).

Esta otimização tem como ponto de partida o uso das palavras-chave, que são os termos digitados pelos usuários no Google para encontrar produtos, serviços ou tirar alguma dúvida.

Entretanto, quem pensa que o SEO se resume a elas está enganado!

Para que o site esteja bem posicionado é preciso observar uma série de outros elementos, como:

  • Títulos chamativos e que entreguem o prometido;
  • Parágrafos curtos e divididos por intertítulos para facilitar a leitura;
  • Imagens e URL otimizados com palavras-chave;
  • Inserção de links dentro dos posts para páginas internas e externas (link building);
  • Uma boa velocidade de carregamento do site; dentre outros.

Vale ressaltar, no entanto, que estes itens compõem apenas a estratégia de SEO Onpage, que são técnicas usadas para melhorar o ranqueamento dentro do seu domínio na internet.

Além destas, há ainda as práticas do SEO Offpage, que são os fatores externos ao seu endereço e que também influenciam na posição das buscas.

A técnica mais conhecida delas é a citação do site por outras páginas na internet, os chamados backlinks. Em geral, eles se dão por meio de parcerias com blogs e portais, ou então pelo trabalho de assessoria de imprensa digital, em que os produtos e serviços são divulgados de maneira espontânea.

Público-alvo e produção de conteúdo para SEO

Como eu disse lá atrás, a principal preocupação do sistema de buscas do Google é a de entregar conteúdos relevantes aos usuários.

Portanto, não há como pensar em uma estratégia de otimização de sites sem determinar o público a ser alcançado. E muito menos sem entender seu comportamento, suas características e preferências.

Para resolver este problema, o marketing digital criou uma ferramenta extremamente eficaz: a criação das buyer personas.

Como criar personas?

De uma forma resumida, as personas são personagens fictícios que representam um grupo de consumidores, sendo usadas como referência para definir pautas e a forma como os conteúdos serão abordados.

Por exemplo: digamos que você possua uma loja de comida vegetariana e vegana e precise de uma estratégia de marketing digital.

torta vegana de tomate e manjericão. Produção de conteúdo para SEO é uma das estratégias para tornar pequenos negócios e e-commerce conhecidos do seu público.

Torta vegana de tomate e manjericão. Se a culinária é o seu negócio, descubra o comportamento do consumidor na internet para que ele encontre a sua empresa de forma espontânea.

Para que as pessoas o encontrem de maneira orgânica pelo Google é necessário entender quem são os seus compradores, quais são as suas principais dúvidas e, a partir disso, criar conteúdos que falem a língua dessas pessoas.

Para isso, é preciso se perguntar algumas coisas:

  • Quais são os perfis mais comuns de consumidores? Eles são mais jovens ou mais velhos? São pais e mães de família ou homens e mulheres solteiros?
  • Quais são os traços comportamentais mais marcantes? São pessoas bem informadas ou que estão em busca de mais conhecimento? Têm uma vida agitada e procuram por alimentos prontos, ou preferem ter mais controle sobre o que comem?
  • Quais são as maiores dificuldades delas? Encontrar alternativas para a substituição de alimentos para o dia a dia, como pães, bolos e doces? Ou encontrar lanches e refeições diárias?

Perceba que, a partir das perguntas acima, conseguimos mapear alguns dados sobre o público e também sobre o próprio negócio, como:

  • Quem são os seus clientes;
  • Quais são as necessidades deles;
  • E como podemos ajudá-los a resolver os problemas.

Com as principais informações em mãos, é possível colocar-se no lugar dos consumidores e encontrar as palavras-chave adequadas a eles, assim como os assuntos a serem tratados, os formatos de conteúdos — textos para blogs, vídeos e e-books — e quais são os melhores canais de comunicação — Facebook, YouTube, Instagram, Linkedin, etc.

Planejamento na produção de conteúdo para SEO

Assim como qualquer estratégia de sucesso, é impossível pensar na produção de conteúdo para SEO sem o devido planejamento e definição das etapas que devem ser seguidas.

Para isso, tenha claro quais são as metas e objetivos a serem alcançados: aumentar os acessos do site, tornar a marca mais conhecida ou criar conteúdos que gerem leads e vendas.

Depois, é preciso criar um passo a passo com cada uma das etapas da jornada de compra do consumidor.

A ferramenta usada para isso é um funil de vendas. Este trata-se de uma maneira gráfica de representar o caminho que as pessoas percorrem antes de levar um produto ou serviço para casa.

O funil é dividido em quatro partes, que compreendem as seguintes fases:

  1. Aprendizado e descoberta;
  2. Reconhecimento do problema;
  3. Consideração da solução;
  4. Decisão de compra.

Vamos voltar ao exemplo que dei lá em cima da loja vegana?

Na primeira etapa (aprendizado), os consumidores estão atrás de perguntas para dúvidas básicas. Logo, uma pauta adequada seria tratar das opções para substituir leite e ovos na dieta, mas sem ter perdas nutricionais ou de qualidade

Já na segunda (reconhecimento), essas mesmas pessoas querem ir além e pesquisar dicas de receitas que possam preparar em casa, seja para o café da manhã ou para uma janta com amigos.

Uma sugestão de cardápio com envio semanal por e-mail ou um webinar com receitas práticas são alguns possíveis conteúdos.

Em seguida, os consumidores considerarão quais são as melhores soluções para o problema, como avaliar entre fazer toda a comida por conta própria ou encomendar alguns alimentos, como pães, bolos e doces.

Por fim, na quarta e última etapa (decisão) os compradores precisarão de ajuda para decidir onde irão comprar os produtos e quais são as vantagens da sua loja. Aqui, uma possibilidade é recorrer a cupons de descontos na primeira compra para atrair novos clientes, por exemplo, junto com informações relevantes sobre a empresa.

Monitoramento e melhora dos conteúdos

Como vimos, cada etapa do funil tem um tipo de material que se encaixa melhor à estratégia. Mas, para se manter no topo das pesquisas, é indispensável ter uma produção de conteúdo para SEO constante e atualizada.

E o sucesso dessa estratégia depende do acompanhamento dos resultados e do bom uso dos dados levantados.

Para se coletar informações importantes, como os assuntos mais acessados, a ferramenta mais comum e uma das mais completas do mercado é o Google Analytics.

Com ela, é possível saber quais são os posts mais acessados e quais possuem mais tempo de permanência.

Estes e outros dados são valiosos porque com eles você consegue saber quais páginas e temas geraram mais interesse do público, além de prever pautas que possam trazer mais acessos ou mesmo tendências de mercado para lançamento de produtos e serviços.

Como escolher palavras-chave

Outra prática importante no marketing de conteúdo é a escolha de palavras-chave de cauda longa. Ou seja, termos que apresentam um bom volume de pesquisa, mas que são pouco explorados pela concorrência.

Como muitos sites repetem à exaustão termos mais genéricos, essa é a forma mais recomendada de se chegar ao topo das pesquisas orgânicas do Google sem precisar em uma “briga de foice” com quem está há mais tempo na internet.

Logo, em vez de escolher o termo “comida vegetariana”, que possui alto volume de buscas e grande concorrência, uma alternativa é apostar em termos mais específicos, como “onde comprar bolos e pães veganos” ou “encomendar bolos e pães veganos”.

Com este guia básico, você estará pronto para dar os primeiro passos para uma produção de conteúdo para SEO de resultado. Entretanto, se ainda assim você tiver dúvidas sobre o assunto ou queira implantar uma estratégia de marketing digital em Curitiba, deixe o seu comentário ou entre em contato comigo. Até a próxima!

Sobre o autor

Fábio Cherubini

Fábio Cherubini é jornalista e profissional freelancer em produção de conteúdo, marketing digital e assessoria de imprensa. Aqui, dará dicas práticas para ajudar você a divulgar a sua marca na internet e obter os melhores resultados.

Deixe um Comentário


*Por favor, complete os campos corretamente